Início » Município de Penafiel propõe eventual alargamento da unidade do Hospital Padre Américo

Município de Penafiel propõe eventual alargamento da unidade do Hospital Padre Américo

por Rafael Ferreira
Município de Penafiel propõe eventual alargamento da unidade do Hospital Padre Américo

O Presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Antonino de Sousa, e a Vereadora da saúde, Daniela Oliveira, reuniram ontem com o Diretor Executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS), Fernando Araújo.

A reunião, que se realizou a pedido do Presidente da Câmara, teve como tema central os problemas que são de conhecimento público relacionados com o funcionamento do ex-Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa e, em especial, com a unidade do Hospital Padre Américo, em Penafiel.

A questão do serviço de urgência motivou a maior preocupação por parte do Presidente da Câmara, que deu nota dos seus receios ao Diretor Executivo do SNS, evidenciando a sua preocupação, quer com as dificuldades de acesso da população, quer com as graves consequências que daí têm resultado para os nossos cidadãos.

Daniela Oliveira, Diretor Executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS), Fernando Araújo e Antonino Sousa
Fotografia DR – Município Penafiel

O Presidente, Antonino de Sousa, aproveitou ainda a reunião para dar nota da sua total disponibilidade para ajudar a encontrar soluções que promovam ganhos em saúde junto das pessoas, nomeadamente no que diz respeito a uma eventual ampliação das instalações do Hospital Padre Américo.   

Fernando Araújo, Diretor Executivo do SNS, mostrou-se recetivo e solidário com as preocupações do Município, bem como disponível para desenvolver um trabalho em conjunto no sentido de encontrar soluções e caminhos possíveis para resolver o problema.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Antonino de Sousa, ”Temos vindo a pressionar os responsáveis do nosso SNS para que olhem para o Hospital Padre Américo com outro nível de preocupação. Não é aceitável que uma unidade de saúde como a de Penafiel não consiga oferecer melhores cuidados, em especial no acesso ao serviço de urgência que, como sabemos, não tem conseguido dar a devida resposta. Estou totalmente disponível para colaborar no que for necessário para que estes problemas sejam minimizados e possamos ter um hospital de referência com a devida capacidade de resposta. Desejo sinceramente que esta reunião tenha efetivo seguimento e que possamos ter resultados palpáveis”

Foto capa: Rafael Ferreira

Também poderá gostar de

Escrever um comentário