Início » “Verde Sentido” já agregou 50 parceiros dos sete municípios e pretende dar novo impulso ao Enoturismo

“Verde Sentido” já agregou 50 parceiros dos sete municípios e pretende dar novo impulso ao Enoturismo

por admin
"Verde Sentido" já agregou 50 parceiros dos sete municípios e pretende dar novo impulso ao Enoturismo

AMDT E AEA assinam protocolo para capacitar e qualificar operadores turísticos 

A Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT) e a Associação Empresarial de Amarante (AEA) celebraram esta segunda-feira, 8 de abril, após aprovação em reunião Intermunicipal, o protocolo de colaboração do Roteiro Enogastronómico Verde Sentido, no âmbito do projeto BTinova (financiado no âmbito da Operação NORTE-02-0853-feder-037628-BTinova 2.0 – Sistema de Ações ColeXvas – Qualificação), centrado na valorização dos recursos endógenos do Douro e Tâmega, com início em 2018.

O projeto entra agora numa nova fase com a criação de regulamento para a entrada de novos parceiros para o Roteiro, uma vez que o mesmo inaugurou com um leque de 50 parceiros dos 7 municípios que compõem o projeto Verde Sentido. Amarante, Baião, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Marco de Canaveses, Mondim de Basto e Resende unem-se com objetivos de capacitação e qualificação dos operadores turísticos do Douro e Tâmega, nomeadamente da restauração, de unidades de alojamento/enoturismo e de empresas de animação turística.

Para a presidente do Conselho Diretivo da AMDT, Cristina Vieira, “a assinatura deste protocolo é mais um passo importante na valorização do território, identificando novos potenciais parceiros para a promoção dos recursos endógenos do Douro e Tâmega. Iniciar o projeto com 50 parceiros foi uma boa meta, mas reconhecemos que há mais operadores turísticos que podem contribuir para o reconhecimento do território no setor ecoturístico. Queremos avançar e colocar em práXca o projeto que reúne o melhor da região e atrair mais pessoas e por mais tempo com todas as excelentes condições que dispomos”.

Para o presidente da Direção da Associação Empresarial de Amarante, Bruno Costa, “a assinatura deste protocolo é a formalização de um trabalho conjunto que a Associação Empresarial de Amarante e a Associação de Municípios do Douro e Tâmega têm levado a cabo, desde 2016, na promoção dos recursos endógenos e do turismo, deste território, a sete municípios, situados no Baixo Tâmega e que tem sido possível através do apoio do Norte 2020 e das suas Câmaras Municipais”. No protocolo celebrado entre as duas instituições neste dia 8 de abril, identificam-se as novas fases do projeto, nomeadamente a avaliação de novas candidaturas para parceiro do projeto que permite unir o território ligado ao vinho e à vinha e que envolve o turista/visitante no processo de produção de vinho ou em atividades vinícolas, bem como, a sua estadia com a hotelaria disponível. 

Também poderá gostar de

Escrever um comentário