Início » Amarante celebra 50 anos da Revolução dos Cravos com diversas atividades 

Amarante celebra 50 anos da Revolução dos Cravos com diversas atividades 

por admin
Amarante celebra 50 anos da Revolução dos Cravos com diversas atividades 

As comemorações dos 50 anos do 25 de abril arrancam já neste passado sábado, 13 abril, com o concerto gratuito de “Estrada Branca” no Amarante Cine-Teatro, pelas 21h30. Este primeiro espetáculo das comemorações é gratuito, também como forma de, simbolicamente, celebrar a democratização do acesso à cultura, no entanto, é obrigatório levantar bilhete no Cine-Teatro. “Estrada Branca”, um projeto que resgata e cruza a música de dois ícones incontornáveis do mundo lusófono: Vinícius de Moraes e José Afonso. Este concerto é interpretado através de duas vozes contemporâneas, herdeiras de um acervo comum: Mônica Salmaso e José Pedro Gil, sob a direção musical de Nelson Ayres, Teco Cardoso e Emanuel de Andrade, com a dramaturgia de Carlos Tê e o dispositivo cénico do premiado arquiteto Manuel Aires Mateus.

No próximo sábado, 20 de abril, entre as 10h00 e as 11h30, o Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso recebe mais uma iniciativa do Sab’Arte com o tema “Memória, Liberdade e Movimento”. Dirigido a crianças e jovens com idades compreendidas entre os 8 e 14 anos, esta atividade é uma oportunidade para experienciar a sensação de liberdade criativa através da dança e do movimento, inspirados pela Revolução dos Cravos, celebrando assim a história e a constante busca pela expressão livre em todas as formas de arte. A participação é gratuita, mas a inscrição obrigatória e estará disponível a partir de 16 de abril em forms.cm-amarante.pt. 

A 24 de abril, e à semelhança de anos anteriores, tem lugar mais uma “Caminhada pela Igualdade e Liberdade”, promovida pela Junta de Freguesia de Fridão, em parceria com a Câmara de Amarante. Um percurso de 10 quilómetros, entre Amarante e Fridão, que parte da Alameda Teixeira de Pascoaes, com o ponto de encontro marcado para as 20h00. Com o objetivo de sensibilizar a comunidade para a igualdade e a não discriminação, os direitos humanos e a liberdade, esta caminhada convida toda a comunidade a juntar-se à iniciativa. A participação é gratuita. A autarquia assegura o transporte de regresso ao local da partida. Para mais informações contacte a Junta de Freguesia de Fridão (255 422 030) ou a Câmara Municipal de Amarante (255 420 297).

Nesse mesmo dia, mas a partir das 21h30, “Gisela Canta Abril”, no palco do Amarante Cine-Teatro. Desde a sua estreia em 2013, Gisela João tem deixado uma marca indelével no panorama musical português. Neste espetáculo, Gisela João junta-se ao guitarrista espanhol Carles Rodenas Martinez. Juntos, irão conduzir-nos por um tributo às músicas dos autores e compositores de abril, celebrando os 50 anos do 25 de abril em Portugal. Uma oportunidade única para mergulhar na profundidade da música portuguesa e celebrar uma parte tão importante da nossa história e cultura. Os bilhetes já estão à venda e podem ser adquiridos na bilheteira do Cine-Teatro entre as 10h00 e as 13h30 e das 14h30 às 18h00 ou online (https://cineteatroamarante.bol.pt).

As comemorações prosseguem a 25 de abril. O dia inicia com a Cerimónia de Hastear de Bandeiras, a partir das 10h00, na Alameda Teixeira de Pascoaes, com o Hino de Portugal e o Hino de Amarante que será tocado pela primeira vez pelas bandas do Concelho. Banda Musical de Amarante, Banda Musical de Mancelos e Banda Musical de Várzea irão tocar assim “Viva Amarante” da autoria do compositor amarantino José Coelho dos Santos (1861-1915) e com arranjo do maestro Fernando Marinho. 

Às 16h00, o Largo de São Gonçalo recebe a Banda Musical de Mancelos e a Banda Musical de Várzea para o Concerto “50 anos do 25 de abril”.

O espetáculo “Ficheiros Secretos” encerra as comemorações dos 50 anos do 25 de abril em Amarante, no dia 3 de maio, a partir das 21h30, no Amarante Cine-Teatro.  Criado a partir do livro homónimo de Luís Osório, trata-se de um espetáculo de esperança e de liberdade. Luís Osório assume o papel de narrador da história recente de Portugal, convocando para o palco memórias de personagens marcantes como Álvaro Cunhal, Mário Soares, José Saramago, Amália Rodrigues, Francisco Sá Carneiro, Jorge Sampaio e tantos outros. 

Durante 90 minutos, o autor conduzirá a audiência numa viagem pelo último século português e pela vida de alguns dos protagonistas que marcaram o nosso tempo. Bilhetes já disponíveis online (https://cineteatroamarante.bol.pt) ou na bilheteira do Cine-Teatro.

Fotografia: Município de Amarante

Também poderá gostar de

Escrever um comentário