Início » Lousada. Projeto pioneiro “O Doutor das Emoções vai à Escola”

Lousada. Projeto pioneiro “O Doutor das Emoções vai à Escola”

por admin
Lousada. Projeto pioneiro “O Doutor das Emoções vai à Escola”

Foi apresentado, na passada segunda-feira, dia 13 de maio, o projeto “O Doutor das Emoções vai à Escola”. 

A mentora deste projeto, Dra. Lara Lé, psicóloga no Agrupamento de Escolas Lousada Este, defende que “a escola deve ser um lugar feliz e que é esse o objetivo deste projeto”.

Esta iniciativa tem como meta principal ensinar as crianças a lidar, de forma lúcida, com os vários sentimentos e, que se tornem capazes de expressar as suas emoções de forma apropriada e efetiva em relação à pessoa e à situação certa.

O Vereador da Educação, Dr. António Augusto Silva, congratulou-se “com a iniciativa da Escola que certamente vai contribuir para o desenvolvimento harmonioso das crianças a quem se destina. Importa também enfatizar o empenho dos profissionais envolvidos que tudo fazem para que os alunos sejam cresçam felizes”.

Este projeto pretende ser uma continuidade daquilo que deve ser ensinado em contexto familiar, no que diz respeito à inteligência emocional, permitindo, de forma geral, reduzir os custos associados às intervenções na área da saúde e da educação, além de auxiliar os profissionais a intervir na área da saúde mental infantojuvenil.

Pretende-se que as sessões sejam realizadas não apenas em grupos pequenos, mas também em grupos grandes e que, sempre que se justifique, se organizem também sessões individuais. O projeto abrange todos os alunos da escola, desde os mais pequeninos aos maiores, e vai contar com duas ações por ano letivo, sendo que os pais devem estar envolvidos nas atividades. Vai ainda ser preparada uma ação de curta duração em parceria com a Associação Portuguesa de Inteligência Emocional, para professores e educadores, pois sabe-se que 60% destes profissionais sofrem de exaustão emocional.

A implementação deste projeto pretende que os mas pequenos aprendam a identificar cada emoção, percebam que não existem emoções “boas” ou “más” e entendam a função de cada uma delas. Saber gerir cada emoção, aprender a partilhar com os outros de uma maneira saudável, capacitar cada aluno a colocar-se no lugar do outro, trabalhar habilidades sociais, saber relacionar-se interpessoalmente e entender o conceito de inteligência emocional são outros dos objetivos deste projeto pioneiro.

Também poderá gostar de

Escrever um comentário