Início » Visitas virtuais da Rota do Românico premiadas pela Associação Portuguesa de Museologia

Visitas virtuais da Rota do Românico premiadas pela Associação Portuguesa de Museologia

por admin
Visitas virtuais da Rota do Românico premiadas pela Associação Portuguesa de Museologia

As visitas guiadas virtuais 360º das exposições “Ver do Bago” foram distinguidas com uma menção honrosa nos Prémios APOM 2024 na categoria Projeto e Conteúdos Digitais.

A cerimónia de entrega dos galardões, atribuídos pela Associação Portuguesa de Museologia, decorreu esta sexta-feira, 31 de maio, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

A Rota do Românico promoveu, em 2021 e 2022, um ciclo de três exposições de arte sacra e de experiências imersivas e interativas, sob o mote “Ver do Bago, um brinde entre Deus e os Homens”.

Celebrando a relação material e simbólica entre a vinha e a paisagem cultural e humana dos vales do Sousa, Douro e Tâmega, este ciclo expositivo decorreu em três locais: no Mosteiro de Santo André de Ancede, Baião, entre 13 de maio e 12 setembro de 2021, com a exposição “Ver do Bago nos Mosteiros”; na Igreja de Santo António dos Capuchos, Penafiel, entre 30 de setembro de 2021 e 31 de janeiro de 2022, com  “Ver do Bago nos Santos”, e, por último, no Centro de Interpretação do Românico, Lousada, entre 25 de fevereiro e 26 de junho de 2022, com “Ver do Bago no Sangue”.

Numa parceria com a empresa 3Decide, responsável pela componente multimédia do citado ciclo, a Rota do Românico lançou, em outubro de 2023, as visitas guiadas virtuais 360º das três exposições “Ver do Bago”, num duplo compromisso: o da revisitação do projeto passado e o de perpetuação para memória futura.

É a nona vez que a Rota do Românico é distinguida pelos Prémios APOM, que têm como objetivo promover os agentes e instituições da museologia e do património nacionais, dando visibilidade ao seu trabalho.

Em 2013, foi reconhecida a qualidade da linha de “merchandising” da Rota e, em 2019, foi a vez do Centro de Interpretação do Românico, em Lousada, vencer as categorias Trabalho de Museografia, Aplicação de Gestão e Multimédia e Filme, recebendo, ainda, uma menção honrosa como Melhor Museu do Ano. Em 2021, o Centro de Interpretação da Escultura Românica venceu a categoria Trabalho de Museografia, e uma imagem da Capela de Fandinhães, Marco de Canaveses, da autoria de Egídio Santos, arrecadou uma menção honrosa na categoria Fotografia sobre Património. Em 2022, o projeto Cuidadores do Património da Rota do Românico venceu a categoria Inovação e Criatividade.

A Rota do Românico reúne, atualmente, 58 monumentos e dois centros de interpretação, distribuídos por 12 municípios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega: Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende.

Ver do Bago nos Santos” na Igreja de Santo António dos Capuchos, Penafiel

As principais áreas de intervenção da Rota do Românico abrangem a investigação científica, a conservação do património, a dinamização cultural, a educação patrimonial e a promoção turística.

www.rotadoromanico.com

Também poderá gostar de

Escrever um comentário